amuseBOUCHE

Para falar do que eu gosto...

DiárioReceitasVinhos & CiaDicas e AfinsDicionário

Arquivo da Categoria ‘Amuse Bouches’

Amuse Bouche de janeiro

sábado, 30 de janeiro de 2010

 

Bem, na verdade é um amuse bouche do começo de dezembro…só que não houve tempo para publicar.

Super fácil: prepare um molho com 1 colher de sobremesa de missô, 2 colheres de café de limão (pode ser um pouco mais, se quiser) e 3 gotinhas de óleo de gergelim torrado. Tire o cabo de uma mini berinjela e corte-a ao meio no sentido longitudinal. Pincele o molho sobre a berinjela e leve para assar lentamente no forninho elétrico, com as cascas viradas para baixo. Quando as metades estiverem douradas arrume-as sobre um prato, salpique algumas sementes de gergelim preto e enfeite com umas flores de manjericão. E já que a influência é oriental, é boa idéia servir com hashis (os palitinhos)

 

berinjela

Importante: escolher mini berinjelas frescas e de qualidade, que tenham a casca não muito grossa.

Amuse Bouche de novembro: pontas de aspargos no pires com brie fondant e mel silvestre

sábado, 28 de novembro de 2009

 

Nesta época do ano, aqui em São Paulo, aparecem aspargos por todos os lados. Bom motivo para um Amuse Bouche. A idéia deste mês é muito simples, não dá pra chamar de receita, apesar do título comprido do post. Preenchi a parte redonda de um pires (onde se “encaixa” a xícara) com mel silvestre. Coloquei uma ponta de aspargo que foi previamente branqueada por 1 minuto em água fervente. Por cima um naco de queijo brie. Em seguida, levei tudo ao forno bem quente, por uns poucos minutos. Apenas o suficiente para o queijo começar a derreter. Muito fácil. Muito gostoso.

 

aspargo2

Amuse Bouche de Setembro… prá lá de atrasado.

domingo, 4 de outubro de 2009

 

Como fotógrafo, não posso nem me considerar amador. Amador, na essência da definição, é quem gosta de algo profundamente. E por isso faz bem feito. Não é o meu caso. Não tenho esta paixão por fotografia. Apenas tento fazer o melhor que posso para que as imagens aqui do blog tenham um mínimo de “apetite appeal”, como os marketeiros gostam de dizer. Mas me falta total base técnica (luz, composição, enquadramento…) e, na maioria das vezes, paciência e tempo. Um dia vou tomar vergonha e fazer direito. Por isso, não se deixe enganar pela foto abaixo. A receita ficou boa e a combinação de sabores muito interessante.

 

Já comentei que o “espírito” dos amuse bouches é utilizar o que há de mais fresco em termos de ingredientes. Fuçando no supermercado à procura de uma boa idéia, acabei encontrando uma bela bandeja de cogumelos portobello. Foi a primeira vez que os vi aqui no Brasil. Estavam tão bonitos que resolvi experimentá-los crus, apenas bem temperados.

 

Pincelei suco de limão no prato de serviço e em seguida reguei-o com azeite extra virgem. Moí um pouco de pimenta branca e sal marinho. Sobre esta base, dispus lâminas bem finas de portobello. Finalizei com tirinhas de cerca de 1cm de pimenta dedo de moça e limão confit. Espumante para acompanhar. Quem jantou conosco naquela noite aprovou.

 

portobello2

Limão Confit

domingo, 20 de setembro de 2009

limaoconfit1

É fácil fazer: pegue uns 5 limões sicilianos, lave bem e corte em quartos quase até o final da fruta. Não separe as partes. Por dentro de cada limão cortado em quartos, coloque bastante sal grosso. Depois acomode um limão de cada vez num pote que possa ser fechado hermeticamente. Acrescente uma ou duas folhas de louro, uns grãozinhos de pimenta e 2 cravos da Índia. Coloque no pote 5 colheres de sopa de sal grosso e acrescente o suco de 1 limão. Complete com água fervente até a boca do pote. Tampe. Quando esfriar, balance o pote para ir dissolvendo o sal. Guarde na despensa por 4 semanas, para então utilizar como acompanhamento de frutos do mar, aves grelhadas, pratos marroquinos e no amuse bouche de setembro (a receita vem nos próximos dias).

Amuse Bouche I

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

 

Outro dia um amigo me surpreendeu com a seguinte pergunta:

 

Como é que pode? Um blog com o nome de AmuseBouche e nenhuma receita de Amuse Bouche publicada ?!?

 

Aceitei a verdade e disfarcei como pude o meu embaraço. Mudei o rumo da conversa e resolvi que, de agora em diante, vou postar pelo menos uma dica de Amuse Bouche a cada mês.

 

Para aqueles que ainda não sabem do que se trata, Amuse Bouche é uma pequena entrada (bem pequena, por sinal) servida como cortesia nos restaurantes bacaninhas. Serve para atiçar o paladar, “quebrar o gelo”, inciar a refeição. Não costuma constar do cardápio. É uma criação do chef que tenta resumir o seu “estilo” utilizando os melhores ingredientes disponíveis na ocasião. Na prática, em bom Português, é o jeito chique que os franceses encontraram para dar nome a um “tira gosto” que se come no máximo em uma ou duas mordidas.

 

Para a primeira “invenção”, resolvi aproveitar um parmigiano maturado por 36 meses que ganhei de um amigo e fazer uma boa e velha polenta. Com um pouco de sofisticação: gotas de azeite aromatizado com tartuffo bianco. Não é muito fácil de encontrar, nem muito barato… mas vale a pena ter em casa. Dura muito e vai bem em risottos, massas e sopas-creme dando aquele “toque especial” que só as trufas são capazes de proporcionar. No mais, é encontrar uns recipientes charmosos para servir e convidar os amigos para jantar.

 

Cuidado: se seus amigos forem despachados como os meus, vão tirar onda da sua cara dizendo que Amuse Bouche é pura frescura. Não ligue. Eles mudarão de idéia na primeira colherada. Vão até pedir a receita. Aí você manda eles consultarem aquele blog chamado AmuseBouche que agora já tem receitas de Amuse Bouche.

 

amuse-bouche-003

 

Polenta mole trufada com Parmigiano maturado

 

 

Ingredientes (para cerca de 6 mini porções):

 

- 150ml de água (mineral ou filtrada).

- 150ml de leite integral.

- 1 colher de sopa de sêmola de milho (pode ser substituído por fubá).

- 1 colher de sobremesa de manteiga.

- 1 colher de sopa de queijo parmigiano bem maturado (utilizei um que ganhei de um amigo, com 36 meses de maturação).

- 1 pitada de sal.

- 6 a 8 gotas de azeite trufado.

- Algumas lascas de parmigiano maturado para enfeitar.

 

Modo de Preparo:

 

1. Numa panela pequena coloque a água, o leite, a sêmola de milho, a manteiga e o sal.

2. Acenda o fogo bem baixo e mexa devagar até que a sêmola esteja cozida. A polenta deve ter a consistência de um mingau mole.

3. Acrescente o parmigiano ralado e misture bem.

4. Desligue o fogo e acrescente as gotas de azeite. Misture.

5. Coloque cerca de 1 colher de sopa de polenta em cada recipiente, decore com lascas de parmigiano e sirva imediatamente.

 

Amuse Bouche - Conteúdo alimentado por Rogério Moraes
Design; OPORTO design integrado