amuseBOUCHE

Para falar do que eu gosto...

DiárioReceitasVinhos & CiaDicas e AfinsDicionário

Quase matando a saudade…

 

É oito ou oitenta. Com pudim de pão não tem meio termo. Ou é um bate-entope-de-rodoviária, ou uma sobremesa leve, gostosa, quase sofisticada.

 

O da foto abaixo se enquadra na segunda categoria. E lembra o pudim de pão que minha avó fazia, sempre às segundas feiras, para aproveitar as sobras de pão do fim de semana. Como “acompanhamento”, a porção extra de calda de caramelo que tanto agradava aos netos. Às vezes, ela acrescentava frutas cristalizadas à massa, o que minhas irmãs detestavam. Melhor. Sobrava mais para mim e para os adultos. A receita? Ninguém anotou. Ela fazia de olho, por intuição. Esta, do livro Cozinha Regional Brasileira – São Paulo, com pequenas alterações que fiz, passou bem perto em textura e sabor. Mas não é igual. Afinal de contas, receita de avó, só avó consegue fazer…

 

pudim1

 

Pudim de Pão

Adaptado de “Cozinha Regional Brasileira – São Paulo”

 

Ingredientes para a Calda:

 

- 1 xícara de chá de açúcar.

- ½ xícara de chá de água fervente.

 

Ingredientes para o Pudim:

 

- 4 ovos.

- 1 lata de leite condensado.

- 2 medidas da lata de leite integral.

- Raspas da casca de 1 laranja.

- 2 colheres de sopa de cachaça envelhecida (amarela).

- 3 pães franceses picados em pequenos pedaços.

- 1 colher de sopa de manteiga.

- 1 pitada de sal.

 

Modo de Preparo:

 

1. Prepare a calda: coloque o açúcar em uma panela de fundo largo e cozinhe e fogo baixo até derreter. Quando estiver caramelado, junte a água fervente, aos poucos, mexendo até que o caralmelo esteja dissolvido e não haja torrões.

2. Espalhe o calda pelo fundo de uma forma para pudim (redonda, 23cm, com furo no meio) e reserve.

3. Bata ligeiramente os ovos com uma pitada de sal, até que fique homogêneo. Acrescente leite condensado, o leite, a cachaça e as raspas de laranja. Misture e acrescente os pães picados. Deixe a mistura descansar por 30 minutos na geladeira.

4. Acrescente a manteiga derretida e bata no liquidificador. Despeje na forma.

5. Cubra a forma com papel alumínio e coloque-a numa assadeira com água quente. Leve ao forno pré aquecido a 180°C. Asse por 1 hora.

6. Espere o pudim esfriar. Quando estiver frio, aqueça levemente o fundo da forma na boca do fogão e desenforme.

7. Sirva gelado.

6 comentários para “Quase matando a saudade…”

  1. Fer Ayer disse:

    As avós de antigamente eram assim mesmo né? faziam as receitas no olhômetro e deixavam a gente sem arquivo depois…risos.
    A sua com o pudim de pão, a minha com o rocambole e o bolo mármore, que por mais simples que sejam de fazer, não tem mais o gosto de vó…deixemos nossas lembranças para nossos filhos agora…

  2. Seu pudim de pão ficou perfeito! Ficou com cara de pudim de leite, ainda leva uma cachaça… Você usa qual marca de cachaça? É a Velha Serrana de R$ 24,00? Um abraço Priscila MG

  3. Rogerio disse:

    Oi Fer,
    Se eu conseguir passar para meus filhos estas boas lembranças sobre comida, me darei por satisfeito!
    Eu não estou conseguindo mais linkar seu blog…por onde você anda?
    Beijo
    Rogério

  4. Rogerio disse:

    Oi Priscila,
    Cachaça aqui em casa eu tenho várias. Gosto muito. Acho melhor que whisky!
    Neste caso eu usei a Salinas, gosto muito dela e também da Tabaroa, para beber pura. Para as caipirinhas eu uso a Ypioca Ouro (os puristas que me perdoem mas gosto de caipirinha com cachaça amarela). Mas você está muito bem servida…aí em Minas você encontra variedades de cachaça maravilhosas.
    abraço
    Rogério

  5. Marie Christine Carrano disse:

    Oi, Rogério,

    Gosto muito so seu blog, sempre acompanho. Mas, como trabalho com gastronomia e estou ligada ao Slow Food, sou avessa à leite condensado, por isso te mando a minha receita de Pudim de Pão, receita de avó, que sofistiquei um pouquinho, colocando damascos e Absinto.
    Espero que vc goste, pois aqui na fazenda faz o maior sucesso. Um abraço, Christine.

    Pudim de pão com frutas cristalizadas e damascos ao aroma de Absinto
    Marie Christine Carrano
    Ingredientes

    - 1 l de leite
    - 4 xícaras de miolo de pão cortado em cubos
    - 8 ovos
    - 3 xícaras de açúcar
    - 250 g de frutas cristalizadas
    - 100 g de damascos secos
    - 2 cálices de rum
    - 2 cálices de Absinto
    - 1 colher de chá de canela em pó
    - calda de caramelo feita com 2 xícaras de chá de açúcar e uma de água

    Preparo

    Coloque as frutas cristalizadas e os damascos bem picados de molho no rum e no Absinto.
    Deixe o pão de molho no leite por mais ou menos 1 hora. Depois desse tempo, esprema bem até obter a quantidade de 4 xícaras. Torne a colocar o pão no mesmo leite e junte o açúcar, a canela e os ovos. Bata tudo no liquidificador.
    Quando tiver se formado uma massa homogênea, despeje numa travessa e acrescente as frutas e as bebidas e misture bem.
    Prepare a calda de caramelo (se achar necessário, coloque um pouco mais de açúcar e água). Despeje o caramelo numa forma de pudim com furo no meio.
    Espalhe bem pela forma toda e espere esfriar um pouco. Despeje o pudim na forma, espalhando as frutas no fundo. Asse em forno moderado, em banho-maria, durante 1 ½ h mais ou menos ou até que enfiando um palito, este saia limpo.
    Deixe esfriar e leve à geladeira. Na hora de servir, aqueça rapidamente a forma para que o caramelo derreta um pouco e desenforme num prato de bolo.
    Bom apetite!

    Rendimento: 8 a 10 porções

  6. Rogerio disse:

    Oi Christine, tudo bem?
    Muito obrigado pela receita! Vai ser a sobremesa deste domingo. E depois eu posto por aqui, ok? Receitas de avó são relíquias sempre bem vindas. Obrigado por dividir comigo.
    Abração
    Rogério

Deixe um comentário

 
Amuse Bouche - Conteúdo alimentado por Rogério Moraes
Design; OPORTO design integrado