• Rogério

Bem Simples


Já dizia a Dona Florinda, do saudoso seriado “Chaves”: muito ajuda quem não atrapalha! E este é o meu lema na cozinha. Principalmente no que diz respeito a ingredientes. O quanto menos invenção e complicação, melhor. É assim, por exemplo, com o bacalhau. Para que elocubrar demais quando a graça é justamente o sabor rústico, porém complexo do peixe? Por que mascarar seus aromas e desconstruir a textura? Prefiro preparar pratos como este “Bacalhau Aconchegado”, cuja receita recortei há mais de dez anos, acho que de uma página publicitária da Revista Gula. Trata-se apenas de bacalhau, cebola, alho e bom azeite (precisa mais?). A diferença fica por conta do preparo e apresentação, ambos na sempre singela, charmosa e fiel panela de barro. É comida sem rodeios e rapapés – bacalhau quase desacompanhado, junto aos poucos temperos de sempre, expressando seu sabor verdadeiro.


Dica: no dia seguinte, fica ainda mais gostoso se servido frio, como aperitivo, acompanhado simplesmente de fatias de pão (que podem e devem ser mergulhadas na panela) e vinho verde bem gelado!


Bacalhau Aconchegado Ingredientes: - 3 ou 4 cebolas grandes, fatiadas em rodelas bem finas. - 10 dentes de alho descascados. - 2 folhas de louro. - 10 grãos de pimenta do reino (opcional). - Azeite de Oliva, o quanto baste. - 2 ou 3 bons pedaços de lombo de bacalhau. Modo de Preparo: 1. Dessalgue o bacalhau: cubra os pedaços com água e leve a geladeira, trocando a água 3 vezes por dia, durante dois dias. Ao final dos dois dias, escorra e reserve o bacalhau. 2. Leve ao fogo uma panela de barro grande. Quando estiver bem aquecida, acrescente o azeite e refogue nele as cebolas, o alho, as folhas de louro e o grãos de pimenta do reino. Misture de vez em quando, até que as cebolas estejam transparentes e macias. 3. Abaixe bem o fogo e então “aconchegue” as postas de bacalhau entre as fatias de cebola. Regue as postas com um fio de azeite. Tampe a panela e deixe cozinhar (cerca de 15 a 20 minutos). 4. Leve à mesa, com a panela ainda fumengante, acompanhado de batatinhas ao murro e tomate assado. Ou então deixe esfriar, leve à geladeira e sirva frio no dia seguinte, com fatias de pão.



© 2020 Rogério Moraes