amuseBOUCHE

Para falar do que eu gosto...

DiárioReceitasVinhos & CiaDicas e AfinsDicionário

Aprendiz II – Cunhado 3 x Rogério 0

Estou mesmo levando a sério esta questão de aprofundar meus conhecimentos sobre vinho. Pela primeira vez na vida me dei ao trabalho de pesquisar sobre uma garrafa que ganhei, desta vez de meu cunhado. Trata-se de um Rioja: Viña Alberdi Reserva 2000. Já sabia que La Rioja é uma importante região produtora da Espanha. Na verdade, era tudo que eu sabia. Confesso que desconfiei da idade da garrafa: ganhar um tinto de 2000? Já estamos em 2008! Ou o vinho é muito bom, ou já passou da hora de beber…Será presente de grego?

‘In dubita pro réu’, já que meu cunhado não é de mesquinharias.

Fui verificar os poucos livros sobre vinho que tenho em casa, nunca lidos, por pura preguiça:

-“La Clef des Vignes” – bacana, mas só fala sobre França.
-“101 Dicas Essenciais” – muito genérico.
-“Larousse do Vinho” – Ganhei num evento e ainda estava na embalagem. Foi o que ajudou mais.

Descobri que:

- Minha “biblioteca enológica” está paupérrima (alguma dica a respeito?).
- A produção da Rioja começou a tomar vulto a partir de 1860, quando o Marquês de Riscal introduziu o uso de barricas de carvalho novo, além de outras técnicas aprendidas durante uma estada em Bordeaux.
- A “Rioja Alta”, de onde vem a minha garrafa, está a uma altitude de 400 a 500m e as temperaturas mais frescas propiciam vinhos de melhor qualidade. Um a zero para o meu cunhado.
- A principal cepa da região é a Tempranillo, chamada assim porque amadurece um pouco mais cedo (temprano) do que outras cepas da região.
- Os Riojas tintos “reserva” são postos à venda a partir de seu quarto ano. Precisam passar doze meses em barrica + doze meses em garrafa, no mínimo. Dois a Zero para meu cunhado: aparentemente o vinho ainda deve estar bom.

Com estas informações em mente, fui fuçar na internet e encontrei o seguinte:

- Aromas de fruto vermelho, coco queimado e baunilha. Na boca é elegante e harmônico. Muito saboroso com ótimo equilíbrio entre álcool/taninos/acidez. Retrogosto persistente de cereja. (www.belovinho.com.br em 2007)
-Um gostoso e perfumado aroma de flores, trufas, cereja e baunilha. Corpo sedoso e de média concentração que apresenta funghi, terra molhada, cereja e algum tostado. Boa acidez e saboroso meio de boca, com uma boa persistência e delicioso final.Excelente. (www.cellartracker.com em agosto de 2007).
- Wine Advocate review: The 2000 Reserva Vina Alberdi is a blend of 80% Tempranillo and 20% Mazuela (Carignan). Medium ruby in color, it exhibits a nicely developed and expressive nose of cedar, spice, and red currants. Light to medium-bodied, seamless, elegant, and ripe, drink this wine now and over the next 3-4 years. (28/2/2007)

São três a zero pro meu cunhado. Só me resta deixar a garrafa deitada até o verão passar, escolher um prato que combine (sugestões são bem-vindas!) e convidar o cunhado para compartilhar o vinho comigo!

P.S.: Os iniciados me perdoem se este post pareceu bobo demais. Só queria dividir esta experiência de “pesquisa”.

5 comentários para “Aprendiz II – Cunhado 3 x Rogério 0”

  1. luizhorta disse:

    Eu diria que seu cunhado acertou num estilo maravilhoso…Este vinho ainda é uma criança, tem mais anos de vida, um Rioja clássico dura como um Bordeaux. A bodega La Rioja Alta é muito tradicional e faz belos vinhos. Por incrível que pareça tenho gostado de reservas com peixes densos grelhados. Um atum grelhado, por exemplo. Mas leitãozinho de leite assado ou cordeiro, melhor ainda. Sem muita firula. Só a carne.

  2. Rogério disse:

    Luiz, prá você ver como a gente se engana com cunhado! hahaha!

    Olha, achei ótima esta idéia do atum grelhado. Deixa o frio chegar que eu vou elocubrar alguma coisa nesta linha.

    Depois eu conto…
    abraço
    Rogério

  3. Marco disse:

    Amigo Rogério,
    Já que estamos no mesmo barco de aprendizes, vou lhe indicar alguns livros que tenho sobre o assunto.
    Aliás, lá na Grand Cru da Granja existem 4 bons livros. Dei uma olhada neles no dia da degustação.
    Seu cunhado foi muito feliz em presenteá-lo com este vinho.
    Um abraço

  4. Marcel Proença disse:

    Rogério,

    A sugestão do leitãozinho é ótima. O Luiz é um craque. Eu já provei um Rioja Alta com Avestruz com um delicado molho de laranja e alho dourado que também ficou muito bom. Quando você passar por aqui, a D. Bete te passa a receita.

    Forte abraço !!

  5. Rogério disse:

    Marcel, adoraria ter a receita sim. Pede a Bete prá preparar, por favor. Passo aí no próximo sábado para buscar.
    Abraço
    Rogério

Deixe um comentário

 
Amuse Bouche - Conteúdo alimentado por Rogério Moraes
Design; OPORTO design integrado